Thomas Edison – Cientista, Inventor e Empresário

“A não-violência leva-nos aos mais altos conceitos de ética, o objetivo de toda evolução. Até pararmos de prejudicar todos os outros seres do planeta, nós continuaremos selvagens”.

– Thomas Edison citado em “Innovate Like Edison: The Success System of America’s Greatest Inventor”, por Sarah Miller Caldicott, Michael J. Gelb, page 37, [1].

Thomas Alva Edison (Milan, Ohio, 11 de fevereiro de 1847West Orange, Nova Jérsei, 18 de outubro de 1931)[2] foi um empresário dos Estados Unidos que patenteou e financiou o desenvolvimento de muitos dispositivos importantes de grande interesse industrial.

O Feiticeiro de Menlo Park (The Wizard of Menlo Park), como era conhecido, foi um dos primeiros a aplicar os princípios da produção maciça ao processo da invenção.[3]

Thomas_Edison2

Na sua vida, Thomas Edison registrou 2 332 patentes.[2]

O fonógrafo foi uma de suas principais invenções.

Outra foi o cinematógrafo, a primeira câmera cinematográfica bem- sucedida, com o equipamento para mostrar os filmes que fazia. Edison também aperfeiçoou o telefone, inventado por Antonio Meucci, em um aparelho que funcionava muito melhor. Fez o mesmo com a máquina de escrever.[4] Trabalhou em projetos variados, como alimentos empacotados a vácuo, um aparelho de raios X e um sistema de construções mais baratas feitas de concreto.

Entre as suas contribuições mais universais para o desenvolvimento tecnológico e científico encontra-se a lâmpada elétrica incandescente,[5] o fonógrafo, o cinescópio ou cinetoscópio, o ditafone e o microfone de grânulos de carvão para o telefone. Edison é um dos precursores da revolução tecnológica do século XX. Teve também um papel determinante na indústria do cinema.

  • “Tudo alcança aquele que trabalha duro enquanto espera.”

Everything comes to him who hustles while he waits.
citado em “Thomas Alva Edison : Sixty Years of an Inventor’s Life” (1908), por Francis Arthur Jones, p. 14
  • “Um gênio é 1% de inspiração e 99% de transpiração.”

Thomas_EdisonGenius is one percent inspiration, ninety-nine percent perspiration.
declaração (c. 1903); publicada em “Harper’s Monthly” (Setembro de 1932)
Variação:

“Um gênio é uma pessoa de talento que faz toda a lição de casa”.
“Genius is one per cent inspiration and ninety-nine per cent perspiration. Accordingly, a ‘genius’ is often merely a talented person who has done all of his or her homework.”

citado em The joy of physics – Página 251, Arthur W. Wiggins, ‎Sidney Harris – Prometheus Books, 2007, ISBN 1591025907, 9781591025900, 390 páginas
  • “Nossa maior fraqueza está em desistir. O caminho mais certo para vencer é tentar mais uma vez”.

Our greatest weakness lies in giving up. The most certain way to succeed is always to try just one more time

citado em “Merrimack messenger”, Volumes 21-24‎ – Página 25, Merrimack Farmers’ Exchange, Inc – 1959

Fonte das Citações: Wikiquote

Fontes Biográficas: Wikiwand

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s