Martinho Lutero – Monge, Teólogo e Professor

“Pela graça de Deus, eu conheço Satã muito bem. Se Satã pode inverter a Palavra de Deus e perverter as Escrituras, o que ele fará com minhas palavras – ou as palavras dos outros?”

Confession Concerning Christ’s Supper, Part 3. Robert E. Smith, tr. Dr. Martin Luthers Werke: Kritische Gesamtsusgabe.

(Weimar: Herman Boehlaus Nachfolger, 1909), pp.499-500. [2]

“A religião não é ‘conhecimento doutrinário’, mas sim sabedoria nascida da experiência pessoal.”

Holborn, Hajo; A HISTORY OF MODERN GERMANY: The Reformation; 1959/1982 Princeton university Press.

  • “Eu estou aqui, eu não posso fazer de outro modo. Que Deus me ajude. Amém!”

Speech at the Diet of Worms (1521), Reported in Bartlett’s Familiar Quotations, 10th ed. (1919).

Lutero e o Cardeal Caetano
Lutero e o Cardeal Caetano

“Do mesmo modo, devemos nos submeter à autoridade do príncipe. Se ele abusa ou faz mal uso dela, não devemos odiá-lo, buscar vingança ou punição. A obediência é devida em nome de Deus, pois a autoridade é o representante de Deus. Por mais que eles tributem e exijam, devemos obedecer e suportar com paciência”

Fonte: Sermão “Tributo a César”

  • martin_luther_2“Uma mentira é como uma bola de neve; quanto mais roda, maior se torna.”

Eine Lüge ist wie ein Schneeball; je länger man ihn wälzt, desto größer wird er.Euch stossen, dass es krachen soll: Sprüche, Aussprüche, Anekdoten – página 64, Martin Luther, Eckart Krumbholz, Horst Bachmann – Buchverlag Der Morgen, 1983 – 254 páginas

“Wir sein pettler. Hoc est verum.””Nós somos mendigos: essa é a verdade.””The Last Written Words of Luther,” Table Talk No. 5468, 1546-02-16, in James A. Kellerman, Tr., Dr. Martin Luthers Werke, (Weimar: Hermann Boehlaus Nachfolger, 1909), Band 85 (TR 5) 317–318. [1]

Atribuídas

  • “A medicina cria pessoas doentes, a matemática, pessoas tristes, e a teologia, pecadores.”

Fonte: Revista Caras, Edição de 27 de Setembro de 2006.

  • “Não posso agir de outro jeito.”

Fonte: Citações da Cultura Universal – Página 21, Alberto J. G. Villamarín, Editora AGE Ltda, 2002, ISBN 8574970891, 88574970899

  • “Deus designa aquilo de que se deve esperar todo o bem e em que devemos refugiar-nos em toda apertura. Portanto, ter um Deus outra coisa não é se não confiar e crer nele de coração. […] Fé e Deus não se podem divorciar. Aquilo, pois, a que prendes o coração e te confias, isso, digo, é propriamente o teu deus.”

Martinho Lutero citado em CONFIANÇA E CONVIVÊNCIA: REFLEXÕES ÉTICAS E ECUMÊNICAS – página 19, RUDOLF VON SINNER, Editora Sinodal, 2007, ISBN 8523308814, 9788523308810, 152 páginas

lutero-em-1529-por-lucas-cranach-lucas_cranach_d-a-_-_martin_luther_1528_veste_coburg

Lutero em 1529 por Lucas Cranach

Martinho Lutero

Fonte das Citações: Wikiquote

Fontes Biográficas: Wikiwand

Nome completo Martinus Luter (Martin Luther)
Nascimento 10 de novembro de 1483
Eisleben

Sacro Império Romano-Germânico

Morte 18 de fevereiro de 1546 (62 anos)
Eisleben

Sacro Império Romano-Germânico

Cônjuge Catarina von Bora (1525-1546)
Filho(s) Johannes (Hans) (1526–75)
Elizabeth (1527–28)
Magdalena (1529–42)
Martin Jr. (1531–1565)
Paul (1533–93)
Margarete (1534–70)
Ocupação teólogo
Principais trabalhos

95 Teses

Catecismo Maior de Lutero

Catecismo Menor de Lutero

Liberdade de um Cristão

Assinatura

Martinho Lutero, em alemão: Martin Luther (Eisleben, 10 de novembro de 1483 — Eisleben, 18 de fevereiro de 1546), foi um monge agostiniano e professor de teologia germânico que tornou-se uma das figuras centrais da Reforma Protestante.

Levantou-se veementemente contra diversos dogmas do catolicismo romano, contestando sobretudo a doutrina de que o perdão de Deus poderia ser adquirido pelo comércio das indulgências.

martinho-lutero-monge-teologo-e-professor-porta-da-igreja-teses

Essa discordância inicial resultou na publicação de suas famosas 95 Teses em 1517, em um contexto de conflito aberto contra o vendedor de indulgências Johann Tetzel.

Sua recusa em retratar-se de seus escritos, a pedido do Papa Leão X em 1520 e do imperador Carlos V na Dieta de Worms em 1521, resultou em sua excomunhão da Igreja Romana e em sua condenação como um fora-da-lei pelo imperador do Sacro Império Romano Germânico.

Martinho Lutero pregando no Castelo Wartburg, quadro de Hugo Vogel.
Martinho Lutero pregando no Castelo Wartburg, quadro de Hugo Vogel.

Lutero propôs, com base em sua interpretação das Sagradas Escrituras, especialmente da Epístola de Paulo aos Romanos, que a salvação não poderia ser alcançada pelas boas obras ou por quaisquer méritos humanos, mas tão somente pela fé em Cristo Jesus (sola fide), único salvador dos homens, sendo gratuitamente oferecida por Deus aos homens.

Sua teologia desafiou a infalibilidade papal em termos doutrinários, pois defendia que apenas as Escrituras (sola scriptura) seriam fonte confiável de conhecimento da verdade revelada por Deus.[1]

Opôs-se ao sacerdotalismo romano (isto é, à consagrada divisão católica entre clérigos e leigos), por considerar todos os cristãos batizados como sacerdotes e santos.[2] Aqueles que se identificaram com os ensinamentos de Lutero acabaram sendo chamados de luteranos.

Catarina von Bora, esposa de Lutero (retrato feito por Lucas Cranach o Velho - 1526).
Catarina von Bora, esposa de Lutero (retrato feito por Lucas Cranach o Velho – 1526).
Texto anti-semita de Martinho Lutero - Sobre os judeus e suas mentiras (1543)
Texto anti-semita de Martinho Lutero – Sobre os judeus e suas mentiras (1543)

Em seus últimos anos, Lutero mostrou-se radical em suas propostas contrárias aos judeus alemães, tendo sido inclusive considerado posteriormente um antissemita.

Essas e outras de suas afirmações fizeram de Lutero uma figura bastante controversa entre muitos historiadores e estudiosos.[3]

Além disso, muito do que foi escrito a seu respeito sofre da reconhecida parcialidade resultante de paixões religiosas.

10-de-novembro-martinho-lutero-monge-teologo-e-professor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s